Antivírus no iPhone e VPN no Wi-Fi

Antivírus no iPhone e iPad
Para uso de iPhone e iPad, é necessário uso de antivírus para o sistema iOS? Se sim, quais são os melhores antivírus para este sistema?
Já li e ouvi vários comentários que o sistema IOS não precisa de antivírus, porque ele é seguro? Isso é verdade? Eu não encontrei um site conhecido que trata desta questão.
William

Os “antivírus” que existem para o iOS são destinados para empresas que possuem alguma política de segurança que exige a instalação de programas antivírus em todos os dispositivos. Em celulares de uso pessoal, não faz sentido ter um antivírus nessa plataforma.

Todos os aplicativos que podem ser instalados no iOS são autorizados pela Apple. Se alguma empresa antivírus sabe de um aplicativo malicioso presente na loja do iTunes ou que foi autorizado pela Apple, então a Apple também pode ter essa informação para retirar o aplicativo da loja ou desautorizar a distribuição do referido app.

Esse é o principal motivo para não se ter um programa antivírus no iOS, mas existem outros motivos. Por exemplo, o isolamento dos aplicativos em celulares reduz o campo de atuação de programas de segurança.

Isso não quer dizer que vírus para iPhone não existam. Eles são mais comuns na China e alguns só funcionam em celulares que foram desbloqueados (jailbreak) para instalar programas fora do iTunes App Store.

Wi-Fi público e VPN
Ao usar Wi-Fi público é interessante usar uma VPN para criptografar os dados de navegação… recentemente vários aplicativos como o opera Maxx facilitam o uso da VPN. Minha dúvida é: Os dados podem ser visualizados pelos servidores de serviços como o opera maxx? Como navegar de forma segura em rede pública?
Pacheco Vitor

Sim, os provedores VPN têm acesso aos dados que trafegam na rede e que não tiverem uma criptografia ponta a ponta. Se o site ou serviço acessado usa criptografia (caso de sites “HTTPS”, por exemplo) então o provedor de VPN terá apenas acesso aos dados embaralhados transmitidos neste tipo de conexão.

Em qualquer conexão sem criptografia ponta a ponta, intermediários sempre terão acesso aos dados transmitidos. É o caso do provedor de acesso à internet e, se você está usando uma Wi-Fi pública, também todas as pessoas que estiverem na mesma rede que você. A VPN criptografa os dados entre você e a VPN, mudando o “ponto de confiança”. Em outras palavras, você troca a confiança na rede sem fio local pela confiança no serviço de VPN.

Como as redes sem fio públicas não têm de certa maneira nenhuma segurança, pois você não conhece quem mais está na rede, e o seu provedor de VPN você pode “conhecer” (quem são os responsáveis, etc.), a lógica é de que confiar seus dados ao provedor de VPN é menos arriscado do que confiar na rede.

Usar qualquer tipo de conexão, especialmente sem criptografia entre as duas pontas, sempre acarreta em algum risco. O objetivo das medidas de segurança é reduzir esse risco a um nível aceitável. O uso de um VPN confiável em uma rede Wi-Fi pública, por exemplo, reduz esse risco, embora não o elimine por completo (já que pode acontecer sim do próprio serviço de VPN não ser confiável).

fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/blog/seguranca-digital/post/antivirus-no-iphone-e-vpn-no-wi-fi-pacotao-de-seguranca.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *